Áudio do VAR sobre possível expulsão de Yuri Alberto é divulgado

Sede da CBF no Rio de Janeiro (Foto: Cahê Mota/Globo Esporte)
Banner Stake

Escute o áudio do VAR após lance polêmico

Na partida entre Corinthians e Vitória, ocorrida na noite desta quinta-feira, um lance envolvendo o atacante Yuri Alberto gerou bastante discussão. Durante um confronto direto com o jogador Willean Lepo, o VAR (Árbitro Assistente de Vídeo) sugeriu uma revisão do lance, apontando a possibilidade de uma entrada mais grave do atacante corinthiano. Após analisar a jogada, o árbitro de campo decidiu aplicar um cartão amarelo para Yuri Alberto, interpretando a ação como temerária.

O VAR, no entanto, avaliou que a entrada de Yuri Alberto poderia ter sido punida com cartão vermelho, classificando-a como uma jogada que colocava em risco a integridade do adversário. Mesmo assim, o árbitro de campo não concordou com essa interpretação e optou por marcar um tiro livre direto, advertindo o jogador com um cartão amarelo.

Segundo as normas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), um tiro livre direto é concedido quando um jogador comete uma infração considerada imprudente, temerária ou com uso excessivo de força. As definições dessas infrações são as seguintes:

  • Imprudente: Quando o jogador age sem precaução ou consideração ao disputar a bola. Não exige necessariamente uma sanção disciplinar.
  • Temerária: Quando o jogador desconsidera o perigo ou as consequências de suas ações para o adversário, merecendo uma advertência com cartão amarelo.
  • Uso de força excessiva: Quando o jogador utiliza força desproporcional, colocando em risco a integridade física do adversário, o que resulta em expulsão com cartão vermelho.

O episódio envolvendo Yuri Alberto, portanto, dividiu opiniões, mas o árbitro seguiu a interpretação das regras ao aplicar o cartão amarelo e marcar o tiro livre direto.

Escute o VAR

Carro luxuoso de Vini Jr. chama atenção

Os jogadores do Real Madrid foram agraciados com “brindes de luxo” da patrocinadora do clube, a BMW, e puderam escolher entre uma seleção de modelos elétricos de alta classe. Vinícius Júnior optou pelo BMW i4 M50, avaliado em cerca de R$ 430 mil.

Antes da BMW, o Real Madrid era patrocinado pela Audi, que igualmente presenteava o elenco com carros de alto padrão. Veja mais detalhes do carro luxuoso de Vini Jr em nosso canal no YouTube: