Flamengo x Fortaleza: CBF define arbitragem polêmica

Edina Alves Batista, árbitra de futebol (Foto: Reprodução/Instagram)
Banner Stake

O Flamengo vai enfrentar o Fortaleza na próxima quinta-feira (11), em jogo válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para a partida, a Confederação Brasileira de Futebol já divulgou a escala de arbitragem.

Edina Alves Batista, da FIFA, será a responsável por apitar o duelo. Os assistentes serão Alex Ang Ribeiro e Maira Mastella Moreira. O quarto árbitro é Gustavo Holanda Souza, enquanto o VAR será comandado por Caio Max Augusto Vieira.

A juíza já se envolveu em algumas confusões na carreira, e uma das polêmicas, inclusive, fez a profissional desenvolver uma depressão. Relembre os casos.

Em 2021, Edina apitou o jogo entre Novorizontino e São Paulo, pelo Paulistão. Na época, em jogo válido pela quarta rodada, a juíza não assinalou pênalti do goleiro Giovanni em Luciano, e o lance não foi revisado pelo VAR. A árbitra admitiu a falha e relatou o ocorrido.

“Eu não vi. Falei para o VAR que estava em duvida porque não tinha conseguido enxergar. Ele me disse que não havia sido pênalti, e eu segui… Ali (após o jogo, já no vestiário), desabei. Falei para meus colegas: ‘Eu errei, foi pênalti’. Eles tentaram me consolar dizendo que o VAR havia me dito que não. Mas eu estava vendo no vídeo, foi pênalti, sim. E eu não dei”, disse, antes de prosseguir:

“Esse lance me machucou. Fiquei deprimida, em uma fossa absurda por meses. Precisei de terapia para me recompor daquele dia, e essa é a primeira vez que falo sobre isso abertamente. Foi um erro inadmissível, eu me posicionei mal e não consegui ver. Não gosto de errar, ainda mais desse jeito. Pedi desculpa para a minha equipe de arbitragem. Disse que queria me redimir com os jogadores do São Paulo, mas não foi possível”, contou, em entrevista ao UOL.

No ano seguinte, em jogo entre Santos e São Paulo, também pelo Campeonato Paulista, mais uma falha. O erro em questão gerou uma nota da Federação Paulista de Futebol, reconhecendo os equívocos. Na ocasião, dois pênaltis não foram marcados a favor do Alvinegro Praiano.

Na época, em nota divulgada pelo Santos, a FPF teria reconhecido as falhas da arbitragem de campo e do VAR, e informado que ações corretivas seriam aplicadas na equipe de juízes que trabalhou na partida.

Brasileirão 2024

Apesar dos erros acima citados terem sido registrados em jogos do Campeonato Paulista, o Brasileirão de 2024 está empilhando uma série de reclamações acerca da arbitragem. O Flamengo, inclusive, é um dos times que já se manifestou algumas vezes contra marcações equivocadas – ou não marcações – que poderiam ter mudado o resultado de determinadas partidas.

Apesar das críticas recentes, o Flamengo já fica de de olho na arbitragem da próxima rodada. Desse modo, vai enfrentar o Fortaleza para tentar se manter na liderança do Brasileirão. A bola vai rolar no Maracanã, na quinta-feira (11), às 20h (horário de Brasília).