A declaração de Mauro Cezar sobre a proposta do Palmeiras por Gabigol

Foto: Marcelo Cortes / Flamengo
Banner Stake

O Flamengo não entrou em acordo com Gabigol sobre uma renovação, e em meio a isso, muito se especula sobre o futuro do jogador. Um dos clubes interessados em Gabriel Barbosa é o Palmeiras, que enviou uma proposta para o atleta e seus representantes. O jornalista Mauro Cezar avaliou a situação e falou sobre uma “coragem” ao Alviverde em tentar contratar o atacante.

“Gabigol vai ser relacionado (para o jogo contra o Fortaleza) porque não deve sair no momento, não há nenhuma perspectiva de sair. Ele está recebendo salário, vai fazer o quê? Vai ficar em casa, vai ficar cantando trap? Concentra o cara, bota para jogar, vai que precisa do sujeito durante o jogo de alguma maneira. Se bem que ele não tem ajudado em nada, esse é o ponto que mais me chama atenção nessa coragem do Palmeiras… Não acredita no Dudu porque estava lesionado, e o Gabriel? O Dudu não joga não joga bem há algum tempo porque estava machucado, o Gabriel está saudável e não consegue jogar”, disse.

Ainda em relação ao baixo rendimento de Gabriel Barbosa, Mauro Cezar também falou sobre a possível relação do jogador com o técnico Abel Ferreira.

“Não sei se o pessoal assiste ao jogo do Flamengo. Assistiram com atenção, analisaram profundamente? A sensação que me passa é que alguns acham que o Abel Ferreira é mágico, mas o Atuesta não jogou com ele, o Tabata não jogou com ele. ‘Ah, mas o Gabigol é diferente’ – é diferente em quê? É um jogador de futebol, vai jogar bem, vai comer a bola? Há 20 meses esse cara não consegue jogar futebol, é corajosa essa tentativa palmeirense”, pontuou.

Antes de encerrar a análise, Mauro Cezar também falou sobre a questão salarial de Gabigol. Isso porque o atacante tem um alto custo mensal e chegaria ao Palmeiras com vencimentos parecidos ao de Dudu, maior salário do elenco alviverde.

“A questão financeira também é importante. Por que fazer um contrato de quatro anos pagando a ele o que custa mais ou menos o Dudu? O papo é de 22 milhões, 21 milhões de euros por 4 anos. É muito dinheiro! Ah, vai no fluxo, sim, mas é bastante grana. Não estou dizendo que não pode pagar, mas é um investimento pesado. E outro aspecto: como se sente o elenco sabendo que chega um cara ganhando mais do que quase todo mundo? Todo mundo exceto o Dudu, ele ganha igual o Dudu. O Dudu é o maior salário, Dudu tem história no clube, o Gabriel não e está em baixa. É diferente do cara que é contratado e você fala ‘esse cara ganha muito, mas decide muitos jogos’. Ele não tem decidido nada, pode voltar a decidir, mas é uma tentativa que ninguém tem certeza de nada”, concluiu.

O Palmeiras apresentou uma proposta formal a Gabigol e seus representantes, e aguarda uma posição do atacante sobre um futuro contrato. O Alviverde não se importa em esperar o atleta é janeiro, visto que, para uma contratação neste meio de ano, seria necessária uma compensação financeira ao Flamengo.