Claudinho no Flamengo, Gabigol se manifesta e CBF pode prejudicar o clube: veja as últimas notícias do Flamengo

Claudinho em jogo pelo Zenit (Foto: Reprodução)
Banner Stake

Nas últimas horas, o foco das notícias sobre o Flamengo se concentra nos bastidores do clube, com destaques como Claudinho no Flamengo e a possibilidade da CBF prejudicar o clube.

Por conta deste contexto, leia abaixo um resumo preparado pela equipe do portal Gávea News para lhe manter muito bem informado!

Gabigol se manifesta

Gabigol concedendo entrevista no Ninho do Urubu (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

A relação entre Gabigol e o Flamengo começou a deteriorar-se após o atacante ser fotografado usando uma camisa do Corinthians em sua casa na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. O incidente ocorreu em maio e resultou em uma multa de R$ 180 mil, equivalente a 10% do seu salário, e na perda do direito de usar a camisa 10 do Flamengo. Este episódio complicou ainda mais o processo de renovação de contrato do jogador, cujo vínculo atual com o clube é válido até dezembro deste ano.

O Flamengo ofereceu uma extensão de contrato por mais um ano, até o final de 2025, com um aumento salarial de quase 50%, mas o tempo de contrato não agradou ao jogador. Essa situação chamou a atenção do Palmeiras, que demonstrou interesse em contratar Gabigol e já apresentou uma proposta de pré-contrato ao atacante de 27 anos. Esse interesse adiciona um novo capítulo à possível saída de Gabigol do Flamengo, enquanto o jogador estará livre para assinar um pré-contrato com qualquer clube a partir de 1º de julho.

Recentemente, Gabigol foi afastado do time titular do Flamengo após manifestações de seu empresário, Júnior Pedroso, sobre explorar novas possibilidades nesta janela de transferências. Ele não participou dos jogos contra Cruzeiro, Atlético-MG e Cuiabá, mas está relacionado para a próxima partida contra o Fortaleza no dia 11 de julho no Maracanã. Gabigol sinalizou seu retorno aos gramados através de uma publicação em suas redes sociais, após o anúncio de sua volta ao time.

Claudinho no Flamengo

Claudinho pela seleção brasileira nas Olimpiadas 2020

Com a janela de transferências de meio de ano prestes a abrir, o Flamengo está ativo no mercado em busca de reforços. Entre várias especulações, um nome familiar volta ao radar do clube: Claudinho, atualmente no Zenit. O clube carioca tem tentado contratar o jogador há pelo menos três janelas de transferências, mas as negociações não avançam devido à posição irredutível do clube russo.

O Flamengo já fez várias investidas para contratar Claudinho, incluindo uma proposta de 15 milhões de euros em 2023, que foi rejeitada pelo Zenit, que pediu 20 milhões de euros. Recentemente, os empresários do jogador ofereceram Claudinho novamente ao Flamengo, e uma reunião entre os representantes do jogador e dirigentes do clube está prevista para esta semana, segundo Venê Casagrande, na tentativa de avançar nas negociações.

Claudinho, de 27 anos, tem um histórico impressionante no Zenit, com 102 partidas, 20 gols e 23 assistências, além de ter sido eleito o melhor jogador do Campeonato Russo na temporada 2021/22. Ele conquistou três títulos do Campeonato Russo, duas Copas da Rússia e a Taça da Rússia. Enquanto isso, o Flamengo, sob a direção de Marcos Braz e Bruno Spindel, também está de olho em outros nomes para fortalecer a equipe nesta janela de transferências.

CBF pode prejudicar o clube

Troféu do Brasileirão (Foto: Lucas Figueiredo/ CBF)

O Flamengo vai enfrentar o Fortaleza na próxima quinta-feira (11), em jogo válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Confederação Brasileira de Futebol já divulgou a escala de arbitragem para a partida. Edina Alves Batista, da FIFA, será a responsável por apitar o duelo, com Alex Ang Ribeiro e Maira Mastella Moreira como assistentes. Gustavo Holanda Souza será o quarto árbitro, e o VAR será comandado por Caio Max Augusto Vieira.

Edina Alves Batista já se envolveu em algumas polêmicas ao longo de sua carreira. Em 2021, durante um jogo entre Novorizontino e São Paulo pelo Paulistão, ela não assinalou um pênalti claro do goleiro Giovanni em Luciano, um lance que não foi revisado pelo VAR. Após o jogo, Edina admitiu seu erro e relatou o impacto emocional que teve, levando-a a desenvolver uma depressão e a precisar de terapia para se recuperar. Ela descreveu o incidente como um erro inadmissível e expressou seu desejo de se redimir com a equipe do São Paulo.

No ano seguinte, Edina cometeu outro erro significativo durante um jogo entre Santos e São Paulo, também pelo Campeonato Paulista. Na ocasião, dois pênaltis a favor do Santos não foram marcados. A Federação Paulista de Futebol reconheceu as falhas na arbitragem de campo e do VAR, e informou que ações corretivas seriam aplicadas. Esses incidentes destacam os desafios enfrentados pelos árbitros e a pressão constante para tomar decisões precisas em campo.