Vini Jr ganha lei que vai afetar diretamente o futebol

Vinicius Júnior exibe o escudo do Real Madrid após marcar um gol pelo time da Espanha (Foto: Reprodução/Instagram)
Banner Stake

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, sancionou nesta segunda-feira (08) a Lei Vini Jr., que estabelece um protocolo para interromper partidas esportivas no estado em casos de racismo e homofobia. A lei, que homenageia o jogador Vini Jr., do Real Madrid e da Seleção Brasileira, será aplicada em todos os estádios e arenas esportivas do Rio Grande do Sul.

A Lei Vini Jr. determina que os árbitros interrompam a partida até o fim da conduta discriminatória. Se a discriminação se repetir, a partida deve ser interrompida por 10 minutos e os atletas retirados do local, como o gramado ou a quadra. Caso a conduta persista, a partida deve ser encerrada. Os organizadores também são orientados a informar a ocorrência à polícia e aos torcedores, utilizando o sistema de som dos locais, desde o início até o fim da partida. Se o incidente ocorrer antes do início do jogo, o árbitro pode cancelar a disputa.

A criação da Lei Vini Jr. foi motivada pela série de injúrias raciais sofridas pelo jogador na Espanha, onde atua pelo Real Madrid. Vini Jr. foi alvo de insultos racistas em estádios e, em uma ocasião, viu um boneco com seu nome e número sendo enforcado em praça pública em Madrid, exposto por torcedores do Atlético de Madrid. No entanto, o jogador tem respondido aos ataques com suas atuações dentro de campo, como no gol decisivo para a conquista da Champions League pelo Real Madrid e seu desempenho destacado no Campeonato Espanhol.

A lei foi aprovada em junho deste ano pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, com 44 votos favoráveis e nenhum contrário, entre os 55 deputados estaduais. O projeto havia sido apresentado em maio de 2023, em resposta ao aumento das denúncias de racismo no futebol gaúcho. Segundo o Observatório da Discriminação Racial no Futebol, em 2023 foram registradas 20 denúncias de racismo em jogos no estado.

Após uma temporada de sucesso no Real Madrid, Vini Jr. se juntou à Seleção Brasileira para disputar a Copa América. No entanto, a equipe foi eliminada pelo Uruguai nas quartas de final, ocorridas no último sábado (06). Atualmente, o jogador está de férias, aproveitando um merecido descanso depois de um ano de intensa atividade e grandes conquistas.

Carro luxuoso de Vini Jr. chama atenção

Os jogadores do Real Madrid foram agraciados com “brindes de luxo” da patrocinadora do clube, a BMW, e puderam escolher entre uma seleção de modelos elétricos de alta classe. Vinícius Júnior optou pelo BMW i4 M50, avaliado em cerca de R$ 430 mil. Antes da BMW, o Real Madrid era patrocinado pela Audi, que igualmente presenteava o elenco com carros de alto padrão. Veja mais detalhes do carro luxuoso de Vini Jr em nosso canal no YouTube: