A declaração do técnico do Zenit sobre Claudinho ir para o Flamengo

Claudinho, meia do Zenit (Foto: Igor Russak/Anadolu Agency via Getty Images)
Banner Stake

Zenit aceitou vencer Claudinho para o Flamengo

O Flamengo lidera o Campeonato Brasileiro e viu Tite lidar com sucesso com as ausências de jogadores devido à Copa América. Por isso, a diretoria entende que, diante da longa temporada e da participação em três competições, é fundamental buscar reforços no mercado.

Com toda essa movimentação envolvendo chegadas e saídas de jogadores, a diretoria está intensificando sua atuação no mercado. O alvo agora é o meio-campista Claudinho, atualmente no Zenit, da Rússia, com contrato até junho de 2027. O clube russo já está aberto para negociar a transferência do jogador para o Flamengo.

O interesse do Flamengo em Claudinho não é novidade, e o próprio jogador expressou seu desejo de vestir a camisa rubro-negra. Em algumas ocasiões, os dirigentes flamenguistas mencionaram oferecer maior visibilidade como forma de persuasão para que ele retorne à seleção brasileira.

Claudinho em jogo pelo Zenit (Foto: Reprodução)

O técnico do Zenit (RUS), Sergey Semak, falou sobre as negociações com o Flamengo para a transferência de Claudinho. Ele afirmou que, caso uma proposta vantajosa seja feita, o meio-campista será vendido ao Rubro-Negro nesta janela de transferências.

Alguns podem precisar de mudanças por motivos familiares, outros por outros motivos. Em cada janela de transferência fala-se muito sobre esse assunto. Hoje ele é nosso jogador, mas se houver uma oferta que seja adequada tanto ao clube quanto ao jogador, não seguraremos ninguém, mas procuraremos um substituto. Mas ainda não há nada definido, apenas conversas -, destacou.

Há poucos dias, a diretoria do Flamengo retomou as discussões sobre o meio-campista, e a diretoria russa aceitou uma oferta de 18 milhões de euros (105 milhões de dólares, na cotação atual) feita pelo Flamengo.

Claudinho chegou ao Zenit em agosto de 2021, quando deixou o RB Bragantino. Na época, o clube russo pagou aproximadamente 12 milhões de euros (R$ 74,2 milhões na época) ao time paulista. Na temporada passada, o meio-campista marcou 5 gols e deu 9 assistências nos 42 jogos que disputou pela equipe.