Flamengo joga mal fora de casa, sai derrotado por 2 a 0 para o Emelec e terá que buscar classificação no Maracanã

Taça da Copa Libertadores da América (Foto: Divulgação/Conmebol)
Banner Stake

O Flamengo não se encontrou na partida realizada na noite desta quarta-feira (24), contra o Emelec, do Equador, pelas oitavas de final da Libertadores. Os comandados de Jorge Jesus saíram derrotados por 2 a 0 em Guayaquil e terão que reverter a situação no Rio de Janeiro.

Com o resultado, o Rubro-Negro precisará, ao menos, repetir o resultado para levar a “decisão” para as penalidades. O jogo de volta acontece na próxima quarta-feira (31), no Maracanã.

Antes disso, o clube da Gávea encara o Botafogo, neste domingo (28), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes se enfrentam às 16h (horário de Brasília), também no Maracanã.

RESUMO DO JOGO

O Flamengo iniciou a partida tomando as iniciativas, enquanto o Emelec procurava se manter no seu campo de defesa. A tática dos mandantes funcionada à medida que o Rubro-Negro não conseguia sair para o jogo.

Tendo o desfalque de três de suas principais peças do ataque (Arrascaeta, Everton Ribeiro e Vitinho), a equipe comandada por Jorge Jesus não se encontrou nos minutos iniciais de partida e levou duro golpe, logo aos 10.

No segundo ataque do Emelec, Guerrero recebeu na linha de fundo pela direita e cruzou para Godoy, com muita liberdade na área, bater de primeira e vencer o goleiro Diego Alves, abrindo o placar no Estádio George Capwell.

Com dificuldades para iniciar a criação das jogadas, a equipe carioca somente conseguiu responder aos 30 minutos, através de jogada individual de Gabigol. O camisa 9 rubro-negro fez fila na defesa equatoriana e arrematou de bico na entrada da área. Dreer, bem posicionado, espalmou o chute e afastou o perigo.

No início da etapa complementar, o Emelec teve a expulsão de Vega após contra-ataque perigoso do Rubro-Negro. Com um a mais em campo, os comandados de Jorge Jesus tiveram mais espaço para criar as jogadas.

A primeira grande chance da equipe carioca nos 45 finais esteve sob os pés de Lincoln, que entrou no lugar de Rodinei, aos 15 minutos. Gerson descolou ótimo passe para o jovem atacante. Livre na entrada da área, o garoto isolou e perdeu grande oportunidade de igualar o placar.

O que parecia o início de uma blitz rubro-negra se tornou um verdadeiro drama. Isso porque, aos 26 minutos, Diego recebeu falta dura e saiu de maca diretamente para o vestiário. Com as três substituições já realizadas, o Fla ficou com a mesma quantidade numérica dos equatorianos.

O Emelec ainda chegou ao segundo gol e fechou o placar dentro de casa. Se aproveitando da desorganização do Flamengo, Caicedo recebeu dentro da área e bateu de primeira. A bola ainda desviou em Renê, matando qualquer possibilidade de defesa de Gabriel.

Retirado de: Coluna do Fla