Flamengo pede à Conmebol suspensão de equatoriano que causou grave lesão de Diego

Camisa 10 rubro-negro foi operado na última quinta e ficará pelo menos quatro meses fora

Diego Ribas durante treinamento do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Banner Stake

O Flamengo entrou com com um pedido formal à Conmebol para pedir a suspensão de Arroyo, volante equatoriano do Emelec responsável pela grave lesão de Diego, que teve uma fratura óssea e uma lesão ligamentar no tornozelo esquerdo. O camisa 10 rubro-negro foi operado na última quinta-feira e ficará de quatro a cinco meses em recuperação.

A informação foi divulgada na coluna do Ancelmo Gois, do jornal “O Globo”, e confirmada pelo site Globo Esporte. A diretoria rubro-negra montou um “dossiê” com imagens do carrinho de Arroyo, com as duas pernas, para provar a imprudência e a atitude temerária em aumentar o risco de provocar lesão.

Vale citar que o volante sequer recebeu cartão amarelo pelo lance.

https://twitter.com/gavea_news/status/1154253215938076672

Na última quinta-feira, Arroyo usou as redes sociais para pedir desculpas a Diego. O volante equatoriano escreveu em mensagem publicada na internet se defendendo das acusações de maldade. Ele garantiu que não teve maldade no lance e desejou força para o brasileiro:

– Me solidarizo totalmente com meu colega de jogo Diego. Às vezes, no campo, acontecem coisas inexplicáveis. Nenhum jogador entra em campo com intenção de fazer dano, um tremendo acidente que jamais fui mal intencionado. Desejo de coração que se recupere favoravelmente o mais rapidamente possível! Todo meu apoio e solidariedade para você, muita força craque!

O Emelec venceu o Flamengo por 2 a 0 na última quarta-feira, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. A partida de volta será na próxima quarta, às 21h30 (de Brasília) no Maracanã, e o Rubro-Negro precisará vencer por três gols de diferença para se classificar diretamente. Se devolver o placar, leva a decisão para os pênaltis.

Adaptado de: Globo Esporte