Diego Alves descarta voltar a atuar no Brasil e admite aposentadoria: “Só vou decidir em 2023”

Diego Alves em ação pelo Flamengo no Campeonato Brasileiro 2021 (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O goleiro Diego Alves, de 37 anos, está sem clube desde que deixou o Flamengo no fim da temporada de 2022. O futuro do veterano ainda não foi definido, mas caso não se aposente, dificilmente será por algum clube brasileiro. Em entrevista ao ídolo rubro-negro, Zico, no “Bandsports”, o arqueiro afirmou que por conta da identificação com o clube carioca não se vê atuando por outra equipe do país.

— Aqui no Brasil, dificilmente eu volte a atuar. Primeiro, pela relação e identificação grande com o Flamengo, com o clube e torcida. Preciso pensar direitinho com a minha família para ver se tem alguma coisa que me motiva. Se não, se termina um ciclo e começa outro. Para o futebol, estamos chegando em uma idade limite, mas para a vida ainda estou novo. Tenho muito chão pela frente, afirmou.

Leia também:

Diego Alves se despediu do Flamengo na partida contra o Avaí na última rodada do Brasileiro. Na ocasião, ele afirmou que precisava de um tempo para decidir se iria se aposentar ou procurar outro clube. Ao falar sobre o assunto com Zico, o goleiro voltou a afirmar que o seu futuro só deverá ser decidido em 2023.

— Quando fiz o jogo de despedida, eu falei que precisava de um tempo. Foram cinco anos e meio bem desgastantes, no sentido emocional. Para goleiro, com 37 anos, dá para jogar mais uns dois anos em alto nível. Mas, eu preciso saber se é isso que vai me motivar. Passei muito tempo longe dos meus filhos, com muitas viagens. Estou com um filho de quatro meses agora, o mais velho tem 11 anos, tenho mais um de nove. Quero ficar mais perto deles. Provavelmente, até janeiro, não vou tomar decisão, disse.

Retirado de: O Dia