Vídeo: Renato Gaúcho detona arbitragem após nova derrota do Grêmio para o Flamengo

Renato Gaúcho durante um jogo do Campeonato Brasileiro (Foto: Diego Vara/Reuters)
Banner Stake

Por: Letícia Gerheim

A atuação do Grêmio no jogo de volta contra o Flamengo não foi suficiente para reverter o placar para o time gaúcho. A equipe já tinha perdido o primeiro confronto por 2 a 0 e voltou a ser superado por 1 a 0, sendo eliminada da Copa do Brasil.

O gol do Flamengo foi marcado por Arrascaeta de pênalti, em um lance interpretativo de toque na mão. Renato Gaúcho falou sobre a penalidade marcada e detonou a arbitragem da CBF.

O alvo do técnico foi Seneme, chefe de arbitragem da entidade, questionado sobre as interpretações de lances do VAR e o critério utilizado pelos profissionais credenciados nas partidas.

– É difícil saber das regras. É difícil, é difícil… O nosso lance diante do Bahia, no primeiro jogo das quartas, um lance muito pior e não foi pênalti. Aqui nós perdemos no Campeonato Brasileiro, o próprio Fabricio falou que foi pênalti, hoje ele falou que não foi pênalti. Quando você fala que é difícil de entender as regras, eu que vivo do futebol não entendo. É muito fácil vir o Seneme e falar que aqui foi pênalti ou não… Quem é o Seneme para falar o que é pênalti e o que não é pênalti? O que ele entende mais de futebol do que a gente? Ele foi ex-árbitro, eu fui jogador. O que ele entende mais de regra do que eu? Um lance num jogo é pênalti, no outro jogo não é pênalti.

– Um lance ajustado que originou o pênalti para o Flamengo (contra o São Paulo) foi o mesmo lance nosso contra o Fluminense, do gol anulado. Lá o gol foi anulado, aqui deu sequência. Então o Seneme fica lá, analisando o que foi e o que não foi… Quem é ele para falar isso? Ele pode dar opinião, mas tem que escutar quem entende de futebol também. Ele entende de regras, mas nós entendemos também e mais do que ele. É muito fácil, porque não tem ninguém do lado para “bater” nele, de discutir. É muito fácil pegar na televisão e falar o que é pênalti ou não. Sempre a arbitragem está certa para ele. Os jogadores me perguntam que regra é essa e tal, eu falo ‘liga lá para o Seneme’. Depende do final de semana, de qual é o jogo… Fica difícil de entender. Vejo todos os jogos do Campeonato Brasileiro e cada lance que… E olha que eles têm as ferramentas, imagine sem. Mas ele (Seneme) é o dono da verdade.

– Seneme, faz o seguinte: quando for opinar se aqui é pênalti ou não, leva três ou quatro treinadores com você e deixa eles opinarem também, lado a lado e ao vivo. Vamos discutir as regras. Deixa os treinadores opinarem, ou os capitães também. Ao vivo, lado a lado. Aí quem está do lado também vai falar. E aí vamos ver.

Assista: