Chelsea quer realizar 6 contratações; veja os nomes

Mauricio Pochettino durante coletiva (Foto: Action Images via Reuters/Matthew Childs)

Por: Henrique Duarte

O Chelsea, apesar de ter feito grandes investimentos recentemente, está em busca de soluções para os problemas em seu elenco. O técnico Mauricio Pochettino deixou claro que espera melhorias na próxima janela de transferências, destacando a necessidade de reforçar três posições-chave: defensor, meio-campista e atacante.

Mesmo com os proprietários do clube já tendo gasto mais de £1 bilhão desde a aquisição em 2022, Pochettino insinuou que é necessário abrir novamente as carteiras para garantir que o Chelsea possa competir no mais alto nível. O clube londrino gastou consideráveis £320 milhões em janeiro de 2023 e parece estar disposto a ser ativo novamente 12 meses depois.

Leia também:

Santiago Giménez (Feyenoord)

Antonio Rüdiger e Santiago Giménez durante partida entre Alemanha x México (Foto: Reprodução/Instagram)


O Chelsea está em busca de um novo atacante camisa 9 para reforçar o elenco, mas nomes como Victor Osimhen e Ivan Toney, que têm sido destaque nas especulações, poderiam custar muito, na faixa de £100 milhões (cerca de R$ 678 milhões), e apresentam riscos. O primeiro nunca jogou na Premier League, enquanto o último está retornando de uma suspensão de oito meses por apostas.

Neste cenário, o Chelsea está sendo mais cauteloso em suas decisões de transferência, considerando o sucesso limitado de gastos anteriores. É aí que entra Gimenez, do Feyenoord. O atacante mexicano impressionou ao marcar 20 gols em 22 jogos nesta temporada. Relatos indicam que seu valor de mercado pode estar entre £35 milhões (cerca de R$ 237 milhões) e £60 milhões (cerca de R$ 406 milhões).

Joao Palhinha (Fulham)

João Palhinha em ação pela seleção de Portugal (Foto: Reprodução/Instagram)

O técnico Mauricio Pochettino está buscando outro meio-campista para fortalecer o elenco e oferecer mais opções de rotação, especialmente para evitar lesões. Um jogador que se encaixaria no perfil desejado por Pochettino é Palhinha, conhecido como o “destruidor” do Fulham. O meio-campista português seria uma adição valiosa para o Chelsea, trazendo sua experiência na Premier League e sua capacidade de transformar a defesa.

Embora Palhinha estivesse prestes a se transferir para o Bayern de Munique, a negociação desmoronou meses depois de sua transferência ser anunciada. Agora, o interesse do Bayern parece ter esfriado, abrindo uma oportunidade para o Chelsea adquirir o jogador. No entanto, o Manchester City também está na disputa pela contratação de Palhinha, o que pode tornar a corrida mais acirrada.

Nico Elvedi (Borussia Monchengladbach)

Nico Elvedi em ação pela seleção da Suíça (Foto: Reprodução/Instagram)

O Chelsea está enfrentando desafios em sua linha defensiva devido às lesões, especialmente a de Reece James, seu capitão de equipe. James está prestes a passar por cirurgia após uma lesão no posterior da coxa, que já o havia mantido afastado do início da temporada. Com os substitutos de James também enfrentando problemas físicos, o Chelsea está com escassez de laterais.

Para cobrir a ausência de James, o espanhol Marc Cucurella foi improvisado na posição, mas ele também teve que passar por cirurgia. Além disso, Ben Chilwell, outro lateral da equipe, também está se recuperando da mesma lesão que James. Isso deixa o Chelsea com poucas opções viáveis nas laterais, com Malo Gusto e Ian Maatsen sendo as únicas opções disponíveis atualmente. O técnico Mauricio Pochettino até recorreu aos zagueiros Levi Colwill e Axel Disasi para preencher a lacuna deixada pelas lesões.

Com Wesley Fofana também fora devido a uma lesão de longo prazo, há especulações de que o Chelsea esteja procurando reforçar sua defesa em janeiro. Um dos nomes cogitados é o suíço Elvedi, que joga pelo Gladbach e possui a versatilidade de atuar tanto na lateral-direita quanto no centro da defesa. Ele pode ser uma opção valiosa para o Chelsea, especialmente considerando as circunstâncias atuais, e sua contratação poderia estar disponível por cerca de £30 milhões (R$ 205 milhões).

Viktor Gyokeres (Sporting)

Viktor Gyokeres em ação pela seleção da Suécia (Foto: Reprodução/Instagram)

O Chelsea está considerando uma alternativa aos jogadores caros como Osimhen e Toney na busca por um novo atacante. A atenção do clube londrino voltou-se para Gyokeres, jogador do Sporting, que tem se destacado com 25 participações em gol em 20 jogos, números impressionantes durante seu tempo em Lisboa.

Além de seu desempenho notável, Pochettino expressou o desejo de melhorar a altura geral do elenco, e com 1,88 m, Gyokeres se encaixaria bem nesse papel. No entanto, este movimento não está isento de riscos, já que a adaptação à Premier League pode ser um desafio para qualquer jogador. Outro fator a considerar é o preço. Apesar de valer menos do que a cláusula de liberação de €100 milhões (R$ 669 milhões), o Sporting deixou claro que só permitirá a saída de Gyokeres por esse valor em janeiro.

Amadou Onana (Everton)

Amadou Onana em ação pela seleção da Bélgica (Foto: Reprodução/Instagram)

O Chelsea está considerando a possibilidade de trazer o meio-campista Onana para reforçar sua equipe. Onana havia rejeitado uma oferta do Chelsea no ano passado, mas o clube londrino está reconsiderando a possibilidade de contratá-lo. Onana se encaixa na política de contratação de jovens talentos do Chelsea e traria experiência na Premier League.

No entanto, o Everton também está interessado em Onana e estaria pedindo cerca de £55 milhões (R$ 339,4 milhões) por sua contratação. Além disso, há a possibilidade de concorrência por parte do Manchester United, que também pode estar de olho no meio-campista belga.

Jonathan Tah (Bayer Leverkusen)

Leroy Sané e Jonathan Tah em ação pela seleção da Alemanha (Foto: Reprodução/Instagram)

O Chelsea está considerando a possibilidade de reforçar sua defesa, e um dos nomes que surgiu como alvo é o zagueiro Jonathan Tah, atualmente no Bayer Leverkusen. Embora o clube londrino tenha várias opções na posição de zagueiro, lesões e incertezas quanto ao futuro de alguns jogadores estão levando a considerações sobre a necessidade de um reforço.

As preocupações se concentram principalmente nas lesões de longo prazo de Wesley Fofana e nas dúvidas sobre o desempenho e contrato de Thiago Silva, que está perto do fim. Atualmente, o Chelsea conta com Benoit Badiashile, Axel Disasi e Levi Colwill na posição, excluindo Trevoh Chalobah, que deve sair em janeiro.

A possível contratação de Jonathan Tah seria vista como uma maneira de trazer liderança, consistência e experiência para a defesa do Chelsea. Embora essa transferência possa ser adiada até o meio do ano seguinte, existe a opção de ativá-la já em janeiro, mediante o pagamento da cláusula de rescisão de €18 milhões (R$ 111,1 milhões).