Dorival Júnior se manifesta mais uma vez sobre polêmica do Flamengo

Dorival Júnior em Vélez x Flamengo pela Libertadores (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Na terça-feira (30), ocorreu o aguardado sorteio da primeira fase da Copa do Brasil, um evento que reuniu 92 equipes na sede da CBF. Dentre os presentes, estava o treinador da Seleção Brasileira, Dorival Júnior, que possui três passagens pelo Flamengo em seu currículo.

Questionado por jornalistas sobre os comentários feitos por Marcos Braz e Bruno Spindel, vice-presidente de futebol e diretor-executivo do Flamengo, respectivamente, Dorival Júnior optou por não entrar em polêmica. Os dirigentes Rubro-Negros haviam mencionado o ex-treinador do clube no dia da apresentação do meia De La Cruz. Para melhor esclarecimento, vamos contextualizar a situação.

Leia também:

Em uma entrevista realizada em 29 de dezembro de 2023, Dorival Júnior foi perguntado a respeito das críticas ao período de descanso dos jogadores do Flamengo ao término da temporada de 2022. Naquela ocasião, os atletas descansaram por um intervalo de 34 dias após as vitórias na Libertadores e na Copa do Brasil. A resposta do treinador foi a seguinte:

Nossa comissão técnica não tem nada a ver com essa decisão e, pelo contrário, tinha uma opinião que foi externada em reunião após o título em Guaiaquil. Nosso desejo era de que os jogadores se reapresentassem no dia 19/12 (…). Realmente, foi um tema com vozes discordantes e decidimos bater o martelo após a definição da renovação, porém não abriria mão desse retorno dia 19

Jogadores do Flamengo comemoram título da Libertadores 2022 com Dorival Júnior (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

No início de 2024, Bruno Spindel e Marcos Braz, durante a coletiva de apresentação de De La Cruz, comentaram sobre a fala de Dorival. Marcos Braz disse o seguinte:

A única pena que tenho nisso é: por que levou 12 meses para se posicionar? Porque o questionamento da imprensa em relação a por que a gente voltou no dia 26 de dezembro foi desde sempre. Aí, depois que ganha do Flamengo, numa final, aí vai se posicionar. Por que não falou antes? O tadinho e o coitadinho no futebol brasileiro navegam bem

Durante o sorteio da Copa do Brasil que ocorreu no dia 30 de janeiro, Dorival Júnior abordou a questão de forma diplomática:

Tranquilo, não tem problema nenhum. Isso é um assunto passado, ficou pelo caminho. Tenho um respeito muito grande pela instituição, pelas pessoas que lá estão, e não é uma situação como essa que vai fazer com que eu perca o equilíbrio, que eu venha a público dar uma resposta. Eu tenho consciência do que aconteceu e ponto. O Flamengo foi fundamental na minha vida, vivi um momento importantíssimo e tenho um respeito muito grande pelas pessoas que lá estão