Flamengo está muito próximo de assinar contrato de 155 milhões

Rodolfo Landim durante entrevista coletiva na Gávea (Foto: Agência Foto BR)

O Flamengo continua a fortalecer sua posição financeira por meio de parcerias estratégicas e lucrativas, como a renovação com o Banco de Brasília (BRB). Este vínculo, iniciado em 2020, tem sido fundamental não apenas para o branding do clube, mas também para sua saúde financeira. Com a recente renovação de contratos entre as duas entidades, o Flamengo assegurará um mínimo de R$ 155 milhões nos próximos cinco anos, embora os benefícios financeiros possam se estender muito além.

Os detalhes desses contratos revelam a complexidade e o potencial de longo prazo da parceria. O primeiro, focado no patrocínio direto, permite que o BRB exponha sua marca nos ombros das camisas de todas as categorias de futebol do clube, tanto masculinas quanto femininas, incluindo as de base. Por esta exposição, o banco se compromete a desembolsar R$ 25 milhões anualmente até março de 2026. Este contrato específico não inclui uma cláusula de renovação automática, mas oferece ao BRB a primeira opção de igualar qualquer oferta futura que o Flamengo possa receber para esse espaço de patrocínio.

Leia também:

O segundo contrato detalha a colaboração em produtos bancários, onde o uso da marca Flamengo pelo BRB visa ampliar a venda desses produtos. Aqui, o clube garante um mínimo de R$ 15 milhões por ano, com possibilidades de aumento conforme a base de clientes do banco cresça. Interessantemente, se o acordo de patrocínio não for renovado, o pagamento mínimo anual salta para R$ 25 milhões, assegurando ao Flamengo uma receita consistente.

Além disso, o terceiro acordo traz à tona a criação do banco Nação BRB Fla, uma entidade que será independente do BRB e que promete ser uma fonte de renda significativa para o Flamengo nos próximos 20 anos. O clube está destinado a receber 45% dos lucros anuais do banco, uma fatia considerável que reflete a força da marca Flamengo no mercado. Mesmo não sendo sócio direto do banco, o Flamengo tem direitos significativos em operações futuras, como vendas de ações ou até mesmo a venda total do banco, podendo escolher entre manter sua participação ou receber uma parte do valor da operação.

Este arranjo financeiro não apenas solidifica a parceria Flamengo-BRB como uma das mais lucrativas do futebol brasileiro, mas também destaca a gestão financeira astuta do clube. Em 2023, o Flamengo ultrapassou a marca de R$ 1 bilhão em receitas, uma tendência que se espera que continue em 2024, especialmente com esses novos contratos impulsionando ainda mais suas finanças. Desde o início da parceria em 2020, o BRB já contribuiu com R$ 124,7 milhões, um número que está previsto para se aproximar de R$ 280 milhões com a renovação dos contratos.

Carros no Gávea News

O portal Gávea News agora também está produzindo conteúdo relacionado ao setor automotivo. Se você deseja se manter bem informado sobre esse assunto, clique aqui para acessar exclusivamente as notícias dessa categoria. Recentemente, publicamos duas notícias de destaque: a Chevrolet irá realizar alterações na nova S10 (veja fotos), e a a Jeep deixou vazar um flagra do novo Compass (veja fotos e ficha técnica).