Sem espaço com Tite, jogador do Flamengo está prestes a deixar o clube

Tite comanda treino do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Banner Stake

O Flamengo é conhecido por sua tradição de revelar grandes jogadores em suas categorias de base. Com uma infraestrutura de ponta e uma forte dedicação ao desenvolvimento de jovens talentos, o Rubro-Negro tem sido o berço de inúmeras promessas que se destacaram tanto no cenário nacional quanto internacional.

Matheus Gonçalves, jovem atacante de 18 anos, é considerado uma dessas joias da base rubro-negra. Contudo, o atacante não tem recebido grandes oportunidades na atual gestão do Flamengo sob o comando do treinador Tite. Diferentemente de outros jovens das categorias de base do clube, Matheus não conseguiu conquistar a confiança do técnico. Assim, o jogador tem sido pouco utilizado no time principal, chegando a realizar partidas pelo sub-20 nesta temporada.

A competição por espaço no meio-campo do Flamengo é intensa. Matheus disputa uma posição como meio-campista armador, onde Lorran e Victor Hugo têm sido as escolhas principais de Tite. A forte concorrência ressalta a necessidade de paciência e perseverança para que Matheus possa evoluir e se adaptar, visando alcançar uma posição de destaque no elenco rubro-negro.

Matheus Gonçalves marca pelo Flamengo contra o Botafogo (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

A situação atual gera incertezas sobre a permanência de Matheus Gonçalves no Flamengo até o fim da temporada. Conforme apuração da jornalista Raisa Simplicio, o estafe do atleta está em diálogo com o clube para definir o futuro da jovem promessa. Existe a possibilidade de que Matheus seja emprestado para outro clube brasileiro ainda nesta temporada.

Anteriormente, a diretoria do Flamengo esperava uma venda de Matheus por volta dos 20 milhões de euros (R$ 118 milhões). No entanto, o clube reconhece que o jogador desvalorizou na última temporada, o que torna improváveis ofertas nessas condições.

O futuro de Matheus Gonçalves no Flamengo permanece incerto. O contrato do jogador é válido até o final de 2025, mas a falta de espaço no time principal sugere que um novo empréstimo pode estar no horizonte. Essa possibilidade é vista como uma solução para garantir mais tempo de jogo e desenvolvimento para o jovem atacante.