A declaração de Neymar sobre Vini Jr, do Real Madrid

Neymar e Vini Jr comemoram gol marcado pela Seleção Brasileira no Maracanã (Foto: André Durão)
Banner Stake

Em entrevista à jornalista Isabela Pagliari, Neymar defendeu Vini Jr dos ataques sofridos

Ídolo da geração atual de jogadores brasileiros, Neymar compartilhou sobre sua amizade com Vinícius Júnior e Rodrygo, que estão se destacando com a camisa do Real Madrid e são os principais nomes da seleção brasileira na Copa América deste ano.

— Eles sabem do carinho que eu sinto por cada um deles. Fico mandando mensagem, desejo boa sorte. Falei com Vini e Rodrygo antes da final, depois mandei de novo quando ganharam (a Champions League com o Real), disse o camisa 10 do Al-Hilal, em entrevista com a jornalista.

Aos 32 anos e já veterano no futebol, Neymar comentou sobre sua abordagem em apoiar os jovens jogadores na liderança e afirmou que está sempre disposto a “assumir a responsabilidade” por eles.

São dois garotos que eu amo muito, sempre vou torcer e incentivá-los. E sempre estarei disposto a assumir a responsabilidade. Na seleção, eu dizia: Quero que vocês joguem tranquilos, deixem que eu me preocupo com o resto. Falem de mim, não tem problema. Eu quero que vocês se concentrem, explicou.

Desde que estreou na seleção brasileira aos 18 anos, Neymar teve que lidar com a responsabilidade de ser a grande estrela do país. Ele lamentou a falta de uma “passagem de bastão” em sua carreira, já que na época, jogadores como Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho e Kaká já estavam longe de seu auge.

Querendo ou não, eu não tive essa ‘passagem de bastão’. Quando fui para a seleção brasileira, era só eu e Deus. Então, sei o quão difícil foi carregar esse fardo ao longo dos anos. Pretendo ajudá-los de alguma forma, completou Neymar.