A declaração de Zubeldia após a vitória do São Paulo

Luis Zubeldía durante São Paulo x Fluminense Alexandre Schneider/Getty Images
Banner Stake

O técnico do Tricolor está suspenso pela segunda vez

Mais uma vez, o técnico Luis Zubeldía não poderá comandar o São Paulo na partida contra o Red Bull Bragantino, marcada para sábado às 20h (horário de Brasília) no Morumbi. O treinador argentino foi expulso durante a vitória por 2 a 1 sobre o Athletico, justamente no jogo em que retornava à beira do campo após cumprir suspensão contra o Bahia.

O cartão vermelho recebido por Zubeldía na última quarta-feira foi a oitava advertência desde sua chegada ao São Paulo. Além disso, ele já havia recebido um amarelo por reclamação na mesma partida, e a expulsão veio após o segundo amarelo. Antes disso, Zubeldía também havia sido punido com cartões em jogos contra Barcelona de Guayaquil, Águia de Marabá, Cobresal, Cruzeiro, Internacional e Criciúma. No confronto com o Bahia, ele não esteve à beira do campo devido à suspensão pelo terceiro amarelo.

Desde sua contratação como substituto de Thiago Carpini, Zubeldía comandou o São Paulo em 16 partidas, com 10 vitórias, quatro empates e duas derrotas. No entanto, o treinador ainda busca se adaptar à rigidez dos árbitros brasileiros

O que passa é que o árbitro. O que me chateia é que foi por entrar duas vezes no campo. A primeira foi por entrar em campo e a segunda também. Me parece que são exagerados os cartões. Está muito com o regulamento quadrado. Tem coisas do futebol. Parece que eu entrei um metro e cometi um pecado: “não, não, não”. Acho que falta um pouco de futebol. Mas está tudo bem, disse o treinador depois de vencer o Athletico.

Luis Zubeldía não apenas ficou feliz com o resultado, mas também com o desempenho do São Paulo jogando fora de casa. O técnico considera que a única dificuldade enfrentada foi a pressão do time adversário no início da segunda metade do jogo. Contudo, Calleri rapidamente assegurou a vitória.

O Athletico, nos primeiros minutos, teve algumas finalizações ao gol. Fizemos o gol, tivemos controle e domínio do jogo. Rapidamente chegaram ao empate e mesmo assim tivemos o controle do jogo. No segundo tempo, nos faltou sair da pressão que o Athletico fez com sua torcida.

Mas fizemos um gol num momento justo na segunda parte. Isso é o que acontece quando tem um centroavante com faro, com experiência, qualidade do Calleri. Aproveitou um erro e fez o gol. Depois, sofremos como um visitante contra um bom time. Mas eu gostei do trabalho do time, venho gostando do trabalho do time e temos de seguir por este caminho, disse Zubeldía.