Fim da linha: Flamengo perde para o Athletico-PR nos pênaltis e é eliminado da Copa do Brasil

Taça da Copa do Brasil (Foto: Tayrane Corrêa)

Flamengo e Athletico-PR se enfrentaram na noite desta quarta-feira (17), no Maracanã, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O Rubro-Negro abriu o placar dentro de seus domínios, mas sofreu o gol de empate no fim, e a vaga para a semifinal acabou sendo decidida nas penalidades.

Diego, Vitinho e Everton Ribeiro perderam suas cobranças, e os curitibanos eliminaram a equipe carioca, que se volta agora para o Brasileirão e Libertadores.

RESUMO DO JOGO

A partida foi iniciada com um clara superioridade do Flamengo. Dentro de seus domínios, a equipe carioca manteve a posse de bola e chegava com mais perigo ao gol. Prova disso foi a chegada perigosa de Arrascaeta, logo aos sete minutos. O uruguaio aproveitou o cruzamento de Diego e cabeceou com muito perigo à meta de Santos, que estava bem posicionada e espalmou.

Os primeiros minutos de domínio rubro-negro foram interrompidos após Arrascaeta sentir o posterior da coxa direita e ser substituído por Vitinho, aos 11 minutos. Com a saída do meia, o Rubro-Negro perdeu mobilidade no meio de campo, fazendo com que o Athletico pudesse equilibrar a partida.

A equipe carioca ainda teve grande chance de abrir o placar aos 15, com Lincoln. Gabriel encontrou Rafinha, que cruzou na linha de fundo para o Garoto do Ninho desviar com o pé esquerdo. A bola, porém, parou caprichosamente na trave no goleiro Santos.

Com um jogo mais truncado e muitas reclamações junto à arbitragem, Fla e Athletico foram para o intervalo com poucas chances claras de gol e, assim como aconteceu no jogo de ida, não conseguiram abrir o placar nos 45 minutos iniciais.

O Flamengo voltou a imprimir um bom ritmo após o reinício de jogo, enquanto o adversário tinha dificuldades para criar as jogadas. A equipe de Jorge Jesus aproveitou o momento favorável e abriu o placar aos 16 minutos, com Gabriel Barbosa. O atacante aproveitou o passe de Everton Ribeiro após bom cruzamento de Vitinho e desviou para o fundo da rede, levando à loucura os torcedores presentes no Maracanã.

Com a partida praticamente controlada, o Rubro-Negro deu bobeada na defesa e permitiu o empate do Athletico-PR aos 31. Bruno Nazário enxergou Rony livre na esquerda e tocou para o atacante, que carregou a bola até a área e arrematou rasteiro à meta defendida por Diego Alves. O goleiro do Fla ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol adversário.

A equipe carioca sentiu o golpe e terminou os 45 minutos finais sendo pressionado pelo time de Curitiba. O novo empate em 1 a 1 persistiu, e o jogo foi decidido nas penalidades. Diego e Vitinho perderam suas cobranças, e os curitibanos eliminaram a equipe carioca em pleno Maracanã.

Leia também:

Retirado de: Coluna do Fla