Flamengo atualiza situação de Gabigol, Diego Ribas e Rodrigo Caio

24
Arrascaeta, Bruno Henrique, Pedro e Gabigol comemorando gol marcado Pelo Flamengo contra o Internacional (Foto: Alexandre Vidal e Marcelo Cortes/Flamengo)

No último domingo (21), o Flamengo bateu o Internacional e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro. Entretanto, a torcida do Flamengo ficou um pouco preocupada devido ao grande número de jogadores que poderiam desfalcar o rubro-negro no próximo, e último jogo, do Mengão no Brasileirão.

Isso porque, Gabigol, Diego Ribas e Rodrigo Caio deixaram o gramado no duelo contra o Internacional se queixando de desconfortos e foram reavaliados pelo departamento médico do clube nesta segunda-feira (22). O Flamengo, por sua vez, tem visão otimista quanto ao caso dos três e ainda monitora o caso de Willian Arão.

O camisa 5 chegou a ser testado com analgésicos antes do jogo contra o Colorado. Mas, mancando e sem condições de atuar, ele ficou na beira do campo incentivando seus companheiros de elenco. O volante fraturou um dedo do pé direito e permanecerá sendo monitorado e sua presença no Morumbi será avaliada.

Gabigol é presença confirmada, assim como Diego. O atacante sentiu apenas um mal-estar durante a partida e já se sentia melhor no vestiário, despreocupando o DM. O camisa 10 sentiu incômodo no musculo da coxa direita e foi substituído por João Gomes.

A mesma expectativa se estende a Rodrigo Caio. O atleta foi substituído após sentir dores e foi reavaliado. O motivo da substituição do zagueiro se deve ao desconforto sentido no tornozelo direito. Porém, por se tratar do último compromisso da temporada, a tendência é que ele vá para campo.

Confira a nota emitida pelo Flamengo:

Com esperança de ter os jogadores disponíveis, o Flamengo já se prepara para enfrentar o São Paulo na quinta-feira (25). A bola rolará no Morumbi às 21h30 (horário de Brasília) e a transmissão do evento ficará por conta da TV Globo.

24 COMENTÁRIOS

  1. Se com onze contra onze o time que começou era o melhor para ganhar o jogo, pq mexer se tem 11 contra 10.
    Acredito que venceríamos mais fácil caso não tivesse mexido.
    O Isla ataca bastante.
    Eu, dizendo eu, particularmente não teria mexido tão cedo, ainda mais para deixar o time mais capenga ainda, visto que, normalmente o Éverton Ribeiro já é prejudicado por não ter um dos meias o auxiliando conforme o Gérson auxilia pelo lado esquerdo, enfraqueceu demais o lado direito, tanto que teve que refazer, resumindo, queimou uma substituição.

  2. Acho que o Rogério errou não por colocar o Pedro e sim por tirar o Isla e deslocar o Ewerton Ribeiro pra posição. O Patrick do Inter, era o jogador mais perigoso do adversário e levava perigo pelo lado direito nosso,bque ficou desprotegido.
    A sorte é que o gol da virada, saiu rápido e ele viu que tinha errado na substituição e entrou com o João Lucas, para recompor o time.
    As outras substituições, foram nescessárias, pois o Rodrigo Caio e Diego, sentiram desconforto musculares.
    Essa é a minha opinião.

    • Ele fez a substituição mas que certa , se fosse errada não tinha feito o gol, a leitura de jogo dele do Ceni foi perfeita , em colocar um centroavante , sendo que eles estavam sem lateral.

    • O RC erra todo dia, a sorte dele é que os jogadores são bons e em um lance eles decidem os jogos como foi contra o Internacional. RC é péssimo treinador, e mesmo se for campeão, acharei ele péssimo treinador

  3. kkk O Rogério Ceni é fraco forte é vc! deixa o cara trabalhar ô mané vc só sabe cornetar ele não mexeu errado os jogadores que entraram foi que entraram mau os João Gomes e João Lucas foi que entraram muito mau no jogo

  4. Não sei se eu estou certo mais acho que o Diego está suspenso para o próximo jogo ele levou o terceiro cartão amarelo ontem

    • Diego ficou suspenso no jogo contra o Bragantino. Pegou o terceiro amarelo contra o Vasco, em uma jogada onde não existiu falta. Foi xoque cabeça com cabeça.

  5. Amigos, avaliem comigo:

    Quando Rodinei foi expulso, Ceni desesperou e mexeu errado, embora tenha contado com a sorte e o Mengão fez o gol. Mas, a pressa em substituir não teria que ser do Inter que precisava recompor o sistema defensivo? Ceni deveria esperar a reação de Abel e agir de acordo com a peça que ele retirasse para colocar Heitor.

    Ceni bagunçou o time, acabou tendo que corrigir os erros depois, o time com um a mais ficou reconfigurado. Sorte que sobressaiu o talento nosso.

    Fraco esse Rogério Ceni

    • Discordo completamente de você meu amigo no meu entender o que ele fez ele tirou e colocou o Pedro ele tava ele queria ganhar o jogo não foi ele foi para o tudo ou nada mas ele precisava do resultado uma um era bom para o Inter no Flamengo ele tava fazendo um Gol aí ele colocou o Pedro e o Flamengo fez um gol aí ele colocou porque o Inter tava já fraco daquele lado lá porque não chegou o Dinei pô o Inter tava com você tava com uma menos ele tem que ganhar o jogo de qualquer jeito então foi com tudo ou nada mas com certeza a medida que ele fez não é por acaso que é mexida que é treinada É treinamento isso não é desespero completo discordo de você

      • Parabéns pela lucidez no comentário quem tinha obrigação de ganhar com 1 a mais não tem tempo a perder ……se demora a colocar Pedro meu Deus a mídia e esse cavalo que relinchou ai encima ficariam dando crise de louca

      • Não estava tendo muita dificuldade porque o Internacional não estava atacando muito por ali, mas quando foi, ofereceu perigo. Quando o Rogério Ceni tirou o Isla, o Patrick caiu pelo lado direito e fez festa por alí. Tanto que o Rogério percebeu e colocou o Lucas. Fez substituições errado sim, é fato.

    • Discordo de você. Quem tinha que ganhar o jogo era o Flamengo. O Internacional com um a menos, ele tirou um lateral e colocou um centroavante. Ou era isso, ou tirar um dos volantes, (Diego ou Gerson). Depois do gol, ele voltou com a armação inicial, tirando Gabigol e colocando João Lucas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here