FIFA emite comunicado direcionado ao Santos

Foto: Flickr: Santos
Banner Stake

Santos anuncia fim do transferban imposto pela Fifa

Nesta terça-feira, o Santos recebeu a notícia da Fifa sobre o encerramento do transfer ban imposto pela entidade desde 2 de julho. A sanção estava relacionada a uma dívida do clube com Lucas Ochandorena, auxiliar do ex-treinador argentino Fabián Bustos.

O Santos conseguiu negociar com Ochandorena e seus advogados para quitar a dívida, que era um pouco superior a R$ 1 milhão. O pagamento foi dividido em duas partes: uma parcela à vista de R$ 48 mil e o restante, R$ 964 mil, será pago em dez prestações mensais.

Embora o clube já tenha sido informado sobre o fim da punição, a atualização oficial no site da Fifa só ocorrerá na próxima segunda-feira, pois a lista de clubes sancionados é atualizada semanalmente. Até lá, o transfer ban ainda aparece como ativo na publicação da entidade.

Para o Santos, a suspensão da punição chega em um momento crucial, já que a janela de transferências abre nesta quarta-feira, 10 de julho. O clube planeja reforçar seu elenco e o técnico Fábio Carille mencionou a necessidade de contratar pelo menos cinco novos jogadores.

Há alguns meses, o Santos também enfrentou problemas semelhantes relacionados a uma dívida com Fabián Bustos, resultando em outro transfer ban temporário. Naquela ocasião, o clube quitou uma dívida de cerca de R$ 4 milhões, permitindo a liberação do registro de novos jogadores, como o goleiro Gabriel Brazão, que atualmente é titular.

O período da dívida com Bustos cobria o intervalo entre sua demissão, em julho de 2022, e o final de 2023, quando seu contrato terminaria. Bustos comandou o Santos em 28 partidas, obtendo oito vitórias, 12 empates e nove derrotas. A resolução das pendências com seus auxiliares também fez parte desse acordo.