São Paulo demonstra interesse em lateral do Flamengo

Bruno Henrique e Pará durante treinamento no Ninho do Urubu (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Banner Stake

Sem espaço no Flamengo e ainda com possibilidade de defender outro clube neste Campeonato Brasileiro, o lateral direito Pará, 33, é um dos nomes que se enquadra no que o São Paulo busca para lateral direita a pedido de Cuca.

Pará fez seis jogos pelo clube rubro-negro no torneio nacional. O limite para poder se transferir são sete. No entanto, ele não está nos planos da comissão técnica flamenguista. O técnico Jorge Jesus tem Rafinha e Rodinei à frente na disputa.

O primeiro chegou há um mês vindo da Alemanha e é o titular. Já o segundo tem contrato longo com o Flamengo, e o clube investiu R$ 6 milhões no ano passado para adquirir os 50% restantes dos direitos econômicos do atleta.

Além dos três laterais direitos experientes, o Flamengo ainda conta com dois jovens: João Lucas, 21, destaque do Bangu no último Campeonato Carioca, e Kleber, 20, que foi promovido da base rubro-negra.

Durante a pausa do Brasileirão para a disputa da Copa América, Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo, respondeu que o clube não dificultaria a saída de Pará se surgisse qualquer proposta que fosse boa para o lateral.

Pará tem contrato com o Flamengo até o final do ano.

O São Paulo não chegou a fazer proposta para o lateral flamenguista, mas o perfil dele se aproxima muito do que Cuca pediu para a diretoria buscar. O treinador quer alguém que esteja no futebol brasileiro, tenha experiência e esteja disponível para jogar.

Há poucas opções por que a maioria dos jogadores já estourou o limite de sete jogos no Brasileirão.

No elenco tricolor, Cuca conta somente com Igor Vínicius. Tem a opção de Walce, muito jovem e zagueiro pelo lado direito, ou, se precisar improvisar, Cuca pode contar com Hudson, que disse preferir jogar na posição de origem (volante), e Tchê Tchê.

Vale lembrar que o São Paulo tentou contratar Adriano, mas acabou perdendo o lateral para o Athletico-PR, e Gilberto, do Fluminense, que mas as conversas com este não evoluíram e ele já soma oito partidas no Nacional.

Retirado de: ESPN