Bruno Spindel, do Flamengo, concede entrevista e fala sobre Arturo Vidal

0
Vidal durante treinamento da Internazionale (Foto: Reprodução/Internazionale)

Bruno Spindel, diretor-executivo do Flamengo, afirmou ao jornal chileno “As”, durante a passagem por Santiago para o duelo com a Universidad Católica pela Libertadores, que o clube por ora não negocia com o meio-campista Arturo Vidal. O jogador, hoje na Inter de Milão, há tempos flerta com o rubro-negro, que pode ser seu destino caso de fato deixe a Itália ao fim da temporada europeia.

— Não há negociações com Arturo. No momento, não há. Sabemos do desejo (de jogar no Flamengo), ele é um grandíssimo jogador. Veremos no futuro o que acontece, afirmou Spindel.

O executivo, apesar de sustentar que não tem conduzido conversas oficiais com Vidal, reconhece que é possível que o faça uma vez rescindido o contrato com a Inter.

Já, segundo o jornal chileno La Tercera, a oferta salarial do clube da Gávea para a estrela da seleção do Chile seria na casa de 5 milhões de dólares por ano, cerca de R$ 24 milhões, o que daria R$ 2 milhões por mês. O contrato seria de duas temporadas, com opção de renovação por mais uma.

No entanto, o Flamengo não está sozinho na jogada. De acordo com La Tercera, Vidal teria em mãos uma proposta do Al Rayyan, clube do Qatar em que joga James Rodríguez. Um regresso ao Colo-Colo também é estudado.

Outro chileno no universo rubro-negro, este em sua terceira temporada como parte do elenco, é o lateral Mauricio Isla. Também ao “As”, Spindel rasgou elogios ao defensor e afirmou que não pretende negociá-lo.

— Gostamos muito do Mauricio Isla. Ele tem contrato com o Flamengo, é um grande jogador, um ídolo do clube e da seleção do Chile. E está jogando a Copa Libertadores. Queremos que ele fique no Flamengo, feliz e jogando bem — disse Spindel.

Isla reconquistou nas últimas partidas o espaço que havia perdido no time rubro-negro. Depois de Matheuzinho e Rodinei se alternarem na função, o chileno voltou a ser titular com o técnico Paulo Sousa. Foi um dos onze que começaram a partida contra a Católica na quinta-feira, vencida pelos cariocas por 3 a 2. O lateral marcou um gol contra.

Retirado de: Extra