Boca Juniors pretende dificultar o planejamento do Flamengo

Agustín Rossi, goleiro do Boca Juniors (Foto: Getty Images)

De acordo com o jornalista Jorge Nicola, a chegada de Agustín Rossi ao Flamengo acontecerá eventualmente, mas ainda não há uma definição de quando o argentino desembarca no Brasil.

A proposta feita pelo Flamengo ao goleiro é de R$ 530 mil mensais. Atualmente, Rossi recebe R$ 49 mil por mês, uma quantia bem menor que a oferecida pelo clube carioca. Em conversas para renovar com o Boca, o arqueiro pediu R$ 600 mil, algo que a equipe argentina não está disposta a pagar.

Leia também:

A tendência é que o Boca Juniors dificulte a liberação imediata de Rossi em janeiro. O Flamengo quer tê-lo para as decisões do primeiro semestre: Mundial, Recopa Sul-Americana, Supercopa do Brasil e possivelmente a final do Estadual.

No entanto, Pavón tinha assinado pré-contrato com o Atlético-MG e o Boca preferiu afastá-lo ao invés de liberá-lo mediante uma compensação financeira. Ainda assim, o Flamengo pretende fazer de tudo para ter o jogado na pré-temporada.

Retirado de: Mercado do Futebol