Marcos Braz tem reunião confirmada em São Paulo para tratar de negociação de jogador do Flamengo

Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo e vereador do Rio de Janeiro (Foto: Icon Sport)
Banner Stake

Por: Leonardo Antônio

O Corinthians está em busca de reforços para a próxima temporada e um nome que surgiu com força nos bastidores é o de Gabigol, atualmente no Flamengo. Augusto Melo, presidente eleito do clube paulista, confirmou ao programa “ESPN FC” uma reunião com Marcos Braz, vice de futebol do Flamengo, para discutir a situação do atacante. “Acho que essas coisas têm que ser pessoalmente, olho no olho. Está caminhando para ser amanhã (sexta)”, disse Melo, destacando a importância de uma negociação presencial e ética​​.

Melo também reiterou seu compromisso com a ética e o profissionalismo na gestão do Corinthians. Ele enfatizou que nunca atravessará negociações e já conversou com o presidente do Fla, Rodolfo Landim, e o VP de futebol, Marcos Braz, buscando o aval para conversar com Gabigol. “Há um interesse, sim. O Gabigol, como eu sempre brinquei na minha cara, tem a nossa cara, as nossas características, personalidade, goleador, por onde passou foi artilheiro. Existe, sim, uma intenção nossa”, expressou o presidente eleito do Corinthians​​.

Por outro lado, a posição do Flamengo, através de Marcos Braz, é de que Gabigol “não está à venda”. Braz afirmou que o atacante é um ativo importante do clube e conta com ele para a temporada 2024. “Gabigol tem um ano de contrato, é um ativo do Flamengo, é um ídolo do Flamengo. É um dos jogadores mais importantes da história do Flamengo e dos que mais ganhou títulos pelo clube”, destacou Braz. Ele também mencionou que qualquer negociação envolvendo Gabigol exigiria o pagamento da multa rescisória, que está em torno de 33 milhões de euros​​​​.

A tendência, portanto, é que Gabigol permaneça no Flamengo, pelo menos para a próxima temporada. O interesse do Corinthians reflete a ambição do clube em fortalecer seu elenco, mas a negociação parece enfrentar obstáculos financeiros e contratuais significativos.