Entenda o que falta para o Flamengo oficializar a contratação de Rafinha

12
Lateral Rafinha durante uma partida do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O Flamengo e o lateral-direito Rafinha ainda não chegaram a um acordo para que o jogador retorne ao Ninho do Urubu. O que está impedindo que as partes cheguem a um denominador comum é o valor da “luva” que o experiente atleta receberia ao fechar com o Rubro-Negro carioca.

Resumidamente, luva é o valor que o clube paga ao jogador sem contrato com outra equipe, com a finalidade de atrair o profissional que está valorizado no mercado para compor sua equipe.

A cúpula do Flamengo apresentou as condições a Rafinha no dia 5 de fevereiro. O jogador recebeu a oferta rubro-negra e depois fez uma contraproposta, com valores diferentes. Agora, a diretoria analisa a pedida do jogador. Como há uma boa relação entre as partes, as conversas estão fluindo ‘de maneira natural’.

A ideia do Flamengo é ter Rafinha com contrato até dezembro de 2021, quando acaba a gestão de Rodolfo Landim e com um custo sem colocar em risco o orçamento do clube.

Rafinha recebeu contato do Flamengo logo depois de rescindir com o Olympiacos, da Grécia. Dias depois, ele retornou ao Brasil para estudar o próximo passo que dará na carreira. A ideia é fechar com algum clube da Série A do futebol brasileiro e depois acertar o retorno ao Coritiba, clube que deu os primeiros passos no futebol, em 2004.

Recentemente, em entrevista coletiva, Marcos Braz, vice de futebol do Flamengo, falou sobre a negociação com Rafinha e chegou a revelar que as ‘questões estavam avançadas’.

“Já encaminhamos uma proposta do Flamengo, apresentando algumas questões diferentes de quando ele chegou em 2019. Passamos para ele todos os itens, colocamos alguns pontos em relação ao que o Flamengo e todos os times estão passando. Esperamos ser compreendidos por ele. As questões estão avançadas, mas temos tempo para fazer essa contratação e o atleta para avaliar. Esperamos um final feliz como na primeira vez. Não depende só do Flamengo”, disse Braz.

No dia 14 de fevereiro, através de um vídeo em que aparecia fazendo rima com um amigo, Rafinha soltou que estava perto de assinar com o Flamengo. O jogador não tem pressa para definir o futuro e está estudando as possibilidades. No futebol brasileiro, o Rubro-Negro carioca, clube em que o lateral fez sucesso em 2019, é a prioridade dele.

Rafinha está com 35 anos e, além de Flamengo e Coritiba, vestiu as camisas do Schalke 04 e Bayern de Munique, ambos da Alemanha, Genoa, da Itália, e Olympiacos.

Retirado de: O Dia

12 COMENTÁRIOS

  1. Tem que pagar luvas nenhuma não, já pagamos ano passado e ele nos deixou na mão, que vá para o Coritiba. Esses nutellas de 2019 acham que o time tem dinheiro infinito, pagamos quase o dobro de salário do segundo time que mais paga!!

  2. O cara tá certo, tem que se valorizar, não interessa a idade, joga muito, corre muito. . . tem novinho no Flamengo que não dá o pique que ele dá, mas é claro, dentro das expectativas do clube nesse momento! SRN!

  3. Nao si preocupe com questão financeira o q não dá é aturar o chileno ruim de bola…. Muito fraco para vestir a camisa dois do Mengao volta logo rafinha

  4. Sou completamente contra a contratação do Rafinha assim como fui contra a renovação do contrato do Diego Alves , o Rafinha contribuiu muito com os títulos do Mengão agora q ele encerre sua carreira no Coritiba. E concordo com os comentários de que quer mesmo é ganhar dinheiro no Mengão o mercado na Europa fechou pra ele por causa da idade só resta esperar um trouxa no Brasil para ajudá-lo a ter uma aposentadoria mais gorda e acho q esse trouxa vai acabar sendo o meu queridaço Mengão seria lamentável pagar tão caro para um jogador de 35 anos

    • Mercenário sabe que mengão paga em dia e pode pagar alto salário. Como hj e o volante que fez tudo pra sair não aceito colocar nosso manto. Flamengo tem que mudar fazer como algumas empresas saiu não tem retorno.

  5. Está demostrando que quer vir ganhar dinheiro no flamengo e depois ir encerrar a carreira no Coritiba,por mim não fechava.

  6. Mais uma pilantragem do futebol, pagamento de luvas. Se existe não só no futebol mais no dia a dia dos negócios é essa pilantragem de pagamento de luvas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here